Empresas e negócios inspiradores debatem economia circular na Folha

13 de Abril de 2017



Por Galeno Lima

O primeiro encontro de 2017 da série "Diálogos Transformadores" reúne, na terça-feira (18), especialistas, empreendedores e personalidades para falar sobre "Economia Circular - Um Jeito Novo de Produzir e Consumir" no auditório da Folha, em São Paulo.

A partir das 16h, os participantes discutirão durante duas horas, com transmissão ao vivo pela "TV Folha", a transição da economia tradicional, linear, para uma economia circular.

Trata-se de um novo modelo econômico no qual nada é descartado, e todos os elementos da cadeia produtiva são reaproveitados na fabricação de novos produtos, reduzindo a extração de matérias-primas da natureza.

O encontro, que mistura debate e sabatina, reunirá, em um primeiro bloco de entrevista, Luísa Santiago, representante da Ellen MacArthur Foundation no Brasil; Jonas Lessa, cofundador da Retalhar e membro das redes Folha de Empreendedores Socioambientais e Tecendo a Mudança; e Carlos Ohde, diretor-geral da Sinctronics, empresa que transforma eletroeletrônicos usados em matéria-prima.

Criada em 2010, a Fundação Ellen MacArthur vem atuando no desenvolvimento do conceito de economia circular no mundo e aglutinando empresas dispostas a transformar seus modelos de negócios e seus sistemas de produção. "Temos hoje uma rede, a CE100, com empresas, organizações, governos, cidades, que é um laboratório vivo de práticas", explica Luísa Santiago.

No segundo bloco do "Diálogos Transformadores", os três protagonistas vão interagir com três debatedores, que falarão de suas experiências sobre o tema: a atriz Fernanda Paes Leme, apresentadora do programa "Desengaveta", no canal pago GNT; Hélio Mattar, presidente do Instituto Akatu para o Consumo Consciente; e Ricardo Abramovay, professor de Economia da USP, que escreveu o livro "Muito Além da Economia Verde".

Para Abramovay, o caminho para a economia circular já não é mais uma opção. "Esse é um mundo [da economia tradicional linear] que está acabando. Se este não acabar, quem vai acabar é o mundo."

E cada um pode fazer a sua parte neste processo. "Eu transformo roupas, passo adiante, reaproveito água, consumo produtos reciclados, reciclo meu lixo. Acho que o termo pode fazer com que pareça complicado, mas a verdade é que é algo bem acessível", diz Paes Leme.

O evento apresenta ainda dois casos inspiradores. O empreendedor social Mundano, artista e grafiteiro paulistano, integrante da rede Ashoka e criador do Pimp My Carroça, falará sobre seu trabalho, que dá visibilidade a catadores de materiais recicláveis.

Luciana Bueno, designer, cenógrafa e figurinista, traz a história de como criou o Banco de Tecidos a partir da grande quantidade de sobras e retalhos que possuía por conta de sua profissão.

Esta edição do "Diálogos Transformadores", evento realizado pela Folha em parceria com a Ashoka, é apresentado pelo Instituto C&A.

"Os 'Diálogos Transformadores' são um espaço de atualização, inspiração, engajamento e ação. As soluções que criam futuros sustentáveis já estão acontecendo hoje", afirma Wellington Nogueira, presidente da Ashoka Brasil. "A missão da nossa parceria com a Folha é criar esse importante espaço de disseminação dessas iniciativas para potencializar seu impacto."

"Acreditamos que o diálogo e a colaboração entre especialistas, empreendedores sociais e todos aqueles interessados em promover transformações positivas na sociedade é fundamental para que a agenda de sustentabilidade avance", afirma a diretora executiva do Instituto C&A, Giuliana Ortega. "Por isso, estamos apoiando uma série de três Diálogos Transformadores que discutirão temas relevantes para a sustentabilidade da indústria da moda e de tantos outros setores, como economia circular, agricultura familiar e trabalho forçado."

Os interessados poderão se inscrever para assistir ao evento a partir de sexta (14), com vagas limitadas e também poderão acompanhar a íntegra do evento na transmissão ao vivo da "TV Folha".

O conteúdo da discussão que se propõe a apontar caminhos será ainda transformado em um minidocumentário para websérie no canal "Diálogos Transformadores".

"É uma iniciativa que leva a excelência editorial da Folha para uma série de conteúdos multimídia sobre importantes temas da agenda socioambiental por meio de diálogos que começam na 'TV Folha', continuam no nosso auditório e chegam até a escola", afirma Sérgio Dávila, editor-executivo do jornal. "Além de informar, apontar caminhos e conscientizar, é também uma oportunidade de mobilizar a Rede Folha de Empreendedores.

Notícia retirada de: Folha de S. Paulo